• Welyson Lima

Vídeos de Bolsonaro sobre Covid-19 são removidos do Youtube por plataforma

Quatro "lives" do presidente recomendavam remédios ineficazes no enfrentamento à Covid-19.


Nesta sexta-feira (23/04/2021), o Youtube removeu 4 vídeos do canal do presidente Bolsonaro na plataforma por entender que houve suposta desinformação sobre Covid-19. Os vídeos excluídos são de transmissões ao vivo, que Bolsonaro faz todas as quintas-feiras. As lives que foram derrubadas pela plataforma são de:


· 9 de julho de 2020

· 26 de novembro de 2020

· 10 de dezembro de 2020

· 14 de janeiro de 2021


De acordo com o Youtube, o conteúdo dos vídeos viola políticas de desinformação médica sobre a Covid. Nos vídeos, o presidente Bolsonaro recomenda remédios sem eficácia científica comprovada contra a Covid-19, como a hidroxicloroquina. Na transmissão de novembro, Bolsonaro disse que acertou quando defendeu que hidroxicloroquina e a prática de exercício físico para tratar a Covid-19.


O Youtube em 16 de abril anunciou uma mudança nas suas políticas de uso para incluir a proibição de conteúdos que incentivem o uso da hidroxicloroquina e da ivermectina para tratamento ou prevenção à Covid-19. De acordo com os termos da plataforma, conteúdos que afirmam a existência de uma "cura garantida" para covid-19 também estão proibidos. O desrespeito às regras vai levar exclusão do conteúdo e uma advertência para o usuário. A reincidência pode acarretar a exclusão do canal da plataforma.

0 comentário