• Ghiri

Colapso brasileiro é destaque no NYT exatamente um ano após país fechar suas fronteiras

Jornal americano destacou em sua reportagem colapso no sistema de saúde brasileiro. País vive pior surto de coronavírus no mundo.


Exatamente um ano após fechar suas fronteiras com o objetivo de frear o avanço da pandemia de coronavírus no país, o Brasil registra 3438 mortes em um dia de Covid-19, segundo o Conass (Conselho Nacional de Secretários de Saúde).


No exterior a imagem de colapso já é noticiada, o jornal norte-americano de grande circulação New York Times deu destaque a situação sanitário do Brasil. Entre as menções feitas na reportagem estão a cidade de Porto Alegre, que tem suas UTIs lotadas, com ocupação de 115%, e Manaus, onde houve colapso devido a falta de oxigênio para atendimento a pacientes.


A diretora-executiva do Médicos Sem Fronteiras no Brasil, Ana Lemos, disse nunca ter visto “uma falha do sistema de saúde nessa magnitude”. Ao longo da reportagem, há imagens de caixões, cemitérios, covas e hospitais de campanha.


A marca de 300 mil mortes, alcançada pelo Brasil na 4ª feira (24.mar.2021), também foi destacada pelo jornal. “São 125 brasileiros morrendo a cada hora”, diz. Cita o esforço de autoridades de saúde em hospitais públicos para aumentar o número de leitos de UTI, estocar suprimentos e evitar a escassez do “kit intubação”.


O New York Times destaca que o presidente brasileiro “continua promovendo medicamentos ineficazes e potencialmente perigosos” para tratar a covid-19. Também cita que o mandatário é contrário ao lockdown. O texto é acompanhado de imagens de 2 protestos: apoiadores de Bolsonaro, em manifestação contra o lockdown. Logo abaixo, trabalhadores da saúde, pedindo a saída do presidente, e declarando-se a favor do bloqueio total.


No mundo do esporte, o jogador Mesut Ozil, destaque da seleção alemã nos últimos anos se solidarizou com a situação brasileira envolvendo a pandemia e declarou: "Nunca percam as esperanças"


"Fiquei absolutamente chocado e desolado quando me inteirei sobre a situação da covid-19 no Brasil, onde o pior surto de covid no mundo está ocorrendo, com mais de 3 mil mortes por dia - isso no país onde vivi um dos maiores capítulos da minha carreira no futebol, em 2014, e onde conheci tantas pessoas incríveis.


Estou com vocês, sigo orando por todos os brasileiros."

0 comentário