• Elisa Costa

Agronegócio registra queda de preço do boi, milho e soja

Valorização no mercado de Chicago contribuiu para a alteração de preço da soja e do milho no Brasil.


A cotação do boi gordo do Cepea (calculado com base nos preços praticados em São Paulo) chegou ao menor patamar desde o dia 5 de março. O indicador variou -1,24% em relação ao dia anterior e passou de R$307 para R$303,2 por arroba. O acumulado do ano registrou uma alta de 13,49% e em12 meses, a valorização dos preços atingiu 55,57%.


Segundo o centro de estudos, a produção de milho pode cair 3,3% nesta safra, em comparação com a anterior, devido aos reajustes negativos nos rendimentos do Sudeste e do Sul, de 3% e 4,9%, respectivamente. Outro fator negativo é a insuficiência de chuvas em algumas regiões. De acordo com a consultoria Safras & Mercados, o Brasil exportou apenas 701,5 toneladas de milho, com isso, a média diária exportada nas duas primeiras semanas de maio ficou em 118,6 toneladas, sendo 90,5% abaixo da registrada em maio do ano passado. A variação de cotação foi de -0,26%.


A consultoria também divulgou baixa de preços na soja por conta do recuo das exportações, que passou de 938,4 toneladas para 880,15 mil toneladas entre a primeira e a segunda semana do mês. O preço da soja teve uma variação de -0,17% e está no valor de R$176,54.


Café fecha em alta


O mercado futuro do café arábica continua registrando alta devido contratos na Bolsa de Nova York, seca no Brasil e problemas de embarque na Colômbia. "O café arábica está encontrando apoio hoje devido à seca excessiva no Brasil, juntamente com a interrupção das exportações de café colombiano, uma vez que as estradas para os portos na Colômbia permanecem bloqueadas", comentou a análise feita pelo do site internacional “Barchart”.

0 comentário