• Ghiri

Bolsonaro chama de "canalha" quem se opõe ao tratamento precoce para Covid

Apesar de cientistas garantirem ineficácia do tratamento, Bolsonaro insiste na promoção de medicamentos como a Cloroquina.


O atual presidente da república Jair Bolsonaro, voltou a defender o "tratamento precoce" nesta quarta-feira (05/05/2021) como forma de prevenção a Covid-19. Em cerimônia no Palácio do Planalto, Bolsonaro utilizou a expressão "canalhas" para se referir a aqueles que se colocam contrariamente a utilização de medicamentos como a hidroxicloroquina, a cloriquina e a ivermectina.

"Canalha é aquele que é contra o tratamento precoce e não apresenta alternativa. Esse é um canalha. O que eu tomei [para tratar a Covid], todo mundo sabe. Ouso dizer que milhões de pessoas fizeram esse tratamento. Por que é contra?", disse Bolsonaro durante discurso no Palácio do Planalto.

Simultaneamente a cerimônia realizada por Bolsonaro, ocorre a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que investiga a atuação do governo federal durante a pandemia. Entre os itens avaliados pela comissão está a promoção destes medicamentos. Bolsonaro sempre defendeu o chamado tratamento precoce e afirma que se curou da Covid-19 graças ao uso da hidroxicloroquina.


Ainda no início da pandemia de coronavírus, o governo federal brasileiro, com o aval de Bolsonaro realizou a compra de grande volume do medicamento, hidroxicloroquina junto aos EUA, gerando um aumento de estoque de grandes proporções. Além da compra, à época o governo federal autorizou o exército a produzir o medicamento em suas instalações. Cloroquina é recorrentemente utilizada para o tratamento de malária pelas forças armadas, doença a qual é utilizada para medicar com aval médico e científico.


Bolsonaro afirmou ainda que está "sugerindo" a senadores da base aliada ao governo que fazem parte da CPI o convite para que profissionais que defendem o tratamento precoce falem à comissão.

"Essa CPI, eu tenho certeza, parlamentares, senadores, em especial, vai ser excepcional no final da linha. Que vai mostrar sim o que alguns fizeram erradamente com os bilhões entregues pelo governo para os seus respectivos estados e municípios. Junto àqueles que são isentos e apoiam a verdade, senadores, estamos sugerindo que seja convocado ou convidado autoridades que venham falar do tratamento precoce", disse.

0 comentário