• Ghiri

Boulos pretende disputar governo do estado de São Paulo

Destaque do PSOL que alcançou segundo turno das eleições municipais de 2020 pretende disputar estado de São Paulo em 2022.

Foto: CartaCapital.


Um dos principais líderes do Partido Socialismo e Liberdade (PSOL), o político Guilherme Boulos frisou nesta terça (14/04/2021) que pretende disputar as próximas eleições ao governo do estado de São Paulo.


“Preciso fazer naturalmente esse debate com o meu partido. Mas eu estou disposto a assumir o desafio de disputar o governo de São Paulo em 2022. E construindo uma unidade dos progressistas. Sem unidade é muito difícil derrotar a máquina do PSDB”, declarou.


Em entrevista ao Jornal Folha de São Paulo, Boulos afirmou ter muita disposição para enfrentar as últimas gestões do estado que sucessivamente são vencidas por políticos do PSDB. Boulos disse:


"Estou com muita disposição de acabar com o Tucanistão. Já deu. Tem um cansaço, um desgaste do PSDB com essa mesmice tucana governando o estado há mais de 30 anos. Uma capitania hereditária com histórico de roubalheira, máfia da merenda, do metrô, do Rodoanel”


Com o anúncio de uma possível candidatura, Boulos movimenta o jogo político. Acreditava-se que o Partido dos Trabalhadores (PT) fosse lançar o ex-ministro da Educação, Fernando Haddad na disputa ao estado em 2022, porém com a necessidade do partido de angariar apoios a uma provável candidatura de Lula a presidência, é possível que hajam alterações de rumo dentro do PT para não inviabilizar a aliança entre PSOL e PT.


Ainda no campo de esquerda e centro esquerda, surge o nome de Márcio França (PSB) que pretende disputar a eleição ao governo do estado e em 2018 chegou ao segundo turno da disputa sendo derrotado pelo atual governador João Dória (PSDB). França busca apoio no eleitorado da então chamada terceira via, ou centro político, apesar de ter certa fração de apoio vinda das forças de segurança pública por sua rivalidade com Dória.


0 comentário