• Igor Wefer

Carta aos Apoiadores de Ciro Gomes: É hora de acordar!

Igor Wefer

Formado em Filosofia (UMESP) e Graduando de Direito (USP)

Diretor da UNE e Secretário da Juventude Socialista (PDT)


Claramente é muito interessante especular diariamente quem deve ou poderá ser o(a) vice em uma eventual chapa com Ciro Gomes que vise concorrer à Presidência da República, assim como é fundamental direcionar críticas à comunicação política do presidenciável quando adequado e necessário. Comunicação esta que eventualmente vem a ser ineficaz por parte de Ciro ou do partido, PDT, que em certos momentos pode deixar a desejar.


O grande problema é que parte majoritária da militância, especialmente da Turma Boa, assim nomeada por Ciro Gomes, não se deu conta que fazer isso todos os dias não há de ajudar a eleger Ciro. É bem verdade que esta mesma militância tem grande poder de mobilização nas redes de forma orgânica, bem como é suficientemente eficaz ao reagir a ataques de "bolsominions" ou mesmo da esquerda petista e dos partidos que a orbitam, quando necessário.


No entanto, infelizmente, não é a militância apenas nas redes sociais (Twitter, Facebook, Instagram, etc.) que permitirá o alcance do seu objetivo comum, que é o de colocar o Ciro Gomes no segundo turno. Mais uma vez, infelizmente.


Não trago aqui nada novo, todavia, uma coisa é necessária: é hora de acordar! Estamos a pouco mais de um ano das eleições presidenciais de 2022 e a pergunta que se impõe é: a preço de hoje, Ciro Gomes estaria no segundo turno? Eu tenho a impressão que não.


Nunca se fez tão necessário expandir e ocupar todos os espaços e levar a bandeira do PND, do PDT, de Ciro Gomes. Não queremos voltar ao passado com o lulopetismo e tampouco viver neste presente sob um trágico governo genocida: nós queremos o futuro de um Brasil economicamente desenvolvido e socialmente justo. E isso será possível apenas se elegermos Ciro Gomes e implementarmos o Projeto Nacional de Desenvolvimento. E, se desejarmos ter alguma chance, devemos dobrar os trabalhos agora!


Se em 2018, sem oportunidade de uma organização e estruturação prévia da militância, nós alcançamos uma votação razoável, imaginem o que podemos fazer se começarmos essa organização e estruturação agora? É possível ir ao segundo turno. É possível vencer!


Em razão dessa crença, convido a toda a militância, a se empenhar diariamente, a se reunir, se organizar. É necessário transcender os limites das redes sociais e iniciar a conversão de apoio e voto de quem está ao nosso lado: nossos vizinhos, amigos, familiares, nosso bairro, comunidade, nosso município. É necessário traçar estratégias para desmistificar a figura de Ciro Gomes, para aqueles que não podem nem ouvir seu nome que já se contorcem. É necessário iniciar uma onda de conversão a partir de agora, em prol de um cenário que fuja da polarização odienta e veja em Ciro Gomes e no PND a esperança de um Brasil em que haja comida na mesa, formação de ponta em todos os níveis e pleno emprego.


É possível eleger Ciro Gomes. Contudo, a militância deve assumir, desde agora, o seu papel de protagonismo na expansão exponencial da base de apoio. Fazer o trabalhador e a trabalhadora entender que o Brasil somente sairá desse atoleiro por meio da implementação do PND; fazer os jovens entenderem que não haverá futuro para eles se permanecerem estimulando esta polarização atual ou permanecerem inertes diante dela. Sobretudo, é necessário atacar fortemente o grupo daqueles que votaram nulo ou branco: é fundamental unir os brasileiros em torno desse projeto para que possamos levar Ciro Gomes ao segundo turno e, por fim, à vitória.


Assumam a dianteira, tomem a responsabilidade em suas mãos, organizem-se, esqueçam o ego e trabalhem em equipe, coletivamente, coordenadamente e conscientes de que a vitória de Ciro Gomes é possível: depende apenas de nós e da nossa capacidade de compreender que é a hora de acordar.


Espero vê-los e vê-las em Brasília no dia 1 de Janeiro de 2023.

4 comentários

Posts Relacionados

Ver tudo