• Ghiri

Casagrande sobre a seleção brasileira: 'Esperava uma atitude, não um manifesto'

Grupo de jogadores divulgou manifesto conjunto criticando a realização dos jogos no Brasil. Confira íntegra do manifesto.


Foto: Reprodução/TV Globo.


Nesta noite de segunda-feira (09/06/2021) jogadores da seleção brasileira de futebol divulgaram manifesto comentando e definindo suas posições quanto a realização dos jogos da Copa América no Brasil em meio a um cenário de pandemia.


Entre as declarações dos jogadores está a de que consideram o momento como inadequado para a realização dos jogos no país:

Todos os fatos recentes nos levam a acreditar em um processo inadequado em sua realização.

Com o pronunciamento dos jogadores, o comentarista esportivo e ex-jogador Walter Casagrande se manifestou e criticou a postura dos jogadores dizendo:


"Das pessoas que são contra a Copa América ser realizada aqui por causa da pandemia, no meu caso, nunca pensei que eles se negaram a jogar com a camisa da seleção brasileira, não é esse o contexto. O contexto é o número de contaminações e mortes, que é gigantesco, falta de vacina. Não é em relação à personalidade e caráter dos jogadores da seleção brasileira"


"Eu esperava mais, eu esperava uma atitude, e não um manifesto. E só isso. Na minha opinião, e cada um pensa de um jeito, não deveria ter Copa América no Brasil"


Confira o manifesto na íntegra:


Quando nasce um brasileiro, nasce um torcedor. E para os mais de 200 milhões de torcedores escrevemos essa carta para expor nossa opinião quanto a realização da Copa América.


Somos um grupo coeso, porém com ideias distintas. Por diversas razões, sejam eles humanitárias ou de cunho profissional, estamos insatisfeitos com a condução da Copa América pela Conmebol, fosse ela sediada totalmente no Chile ou mesmo no Brasil.


Todos os fatos recentes nos levam a acreditar em um processo inadequado em sua realização.


É importante frisar que em nenhum momento quisemos tornar essa discussão política. Somos conscientes da importância da nossa posição, acompanhamos o que é veiculado pela mídia e estamos presentes nas redes sociais. Nos manifestamos, também, para evitar que mais notícias falsas envolvendo nossos nomes circulem à revelia dos fatos verdadeiros.

Por fim, lembramos que somos trabalhadores, profissionais do futebol. Temos uma missão a cumprir com a histórica camisa verde amarela pentacampeã do mundo. Somos contra a organização da Copa América, mas nunca diremos não à Seleção Brasileira.

0 comentário