• Carlos Eugênio dos Santos Lemos

Ciro Gomes tem final de semana agitado

A agenda de Ciro Gomes (PDT) foi repleta de compromissos importantes nessa última semana, o trabalhista deu entrevista a grandes canais da internet neste último final de semana

Foto: reprodução


O ex-ministro Ciro Gomes teve um final de semana de correria em sua agenda de compromissos neste final de semana, o presidenciável pelo PDT começou já na quinta-feira (17/06/2021) com uma entrevista à jornalista Leda Nagle e finalizou na noite de ontem (20/06/2021) no podcast Flow para os apresentadores Monark e Igor.


Na quinta-feira (17/06/2021), o ex-ministro concedeu uma entrevista para a jornalista Leda Nagle no Instagram, a entrevista gerou comentários nas redes sociais por conta das posições da jornalista, que é tida como uma jornalista bolsonarista.


O pedetista acusou o presidente de “roubar” dinheiro da quota de combustível de seu antigo gabinete de deputado, de manter funcionários fantasmas e de embolsar verba do auxílio moradia da Câmara mesmo morando em Brasília. Ciro ainda afirmou que Bolsonaro “corrompeu os filhos”.


O ex-presidente Lula não escapou das críticas do ex-ministro, sobre Lula, Ciro considera “parte do problema” e afirmou que o petista “mente ao povo dizendo que foi inocentado”.


Na sexta-feira (18/06/2021), estreou a entrevista do ex-ministro no canal do humorista e jornalista Rafinha Bastos em seu canal do YouTube. Dessa vez, no canal Mais que 8 Minutos de número 78, o ex-governador do Ceará gerou notícias ao falar que viajaria para Paris mais cem vezes, caso fosse necessário.


“O Brasil cresceu, durante meio século, 7% ao ano. O céu é o mesmo, o chão é o mesmo, o povo é o mesmo. Agora cresce zero. Dez anos sem crescer nada: seis com o PT, dois com o Temer, que o PT botou lá, e dois com o Bolsonaro. Isso é uma tragédia” afirmou o ex-ministro Ciro Gomes (PDT).


No domingo (20/06/2021), em um dos podcast’s mais famosos no país, o ex-ministro Ciro Gomes (PDT) explanou seu projeto e apresentou críticas ao presidente Jair Bolsonaro (Sem Partido). A entrevista, até a publicação dessa matéria, já conta com mais de um milhão de visualizações no canal do YouTube do Flow Podcast.


“Hoje no Ceará nós temos 52 de cada 100 garotos em de idade de ensino médio em uma escola de tempo integral profissionalizante que sai dali com estagio pago pelo governo” - Ciro Gomes



Foto: Governo do estado do Ceará


O estado do Ceará chegou a sua escola de ensino estadual de educação profissional de número 122 em dezembro de 2020 e está presente em 98 municípios dos 184 totais.


Ciro Gomes (PDT) tem a difícil tarefa de consolidar sua candidatura como opositora a polarização que as pesquisas mostram entre Lula (PT) e Bolsonaro (Sem Partido), contudo, o ex-ministro vem mostrando força ao se manter em uma base estável nas pesquisas e uma estratégia de pré-campanha já traçada e em execução, situação essa que já incomoda o palácio do planalto.

0 comentário