• Elisa Costa

Contas externas: Banco Central divulga maior superávit da história, com US$5,66 bilhões

O recorde mensal anterior aconteceu em julho de 2006, quando as contas somaram US$3,02 bilhões.

Foto: Reprodução.


Nesta quarta-feira (26) o Banco Central (BC) divulgou os dados das contas externas do país, que tiveram um superávit de US$5,66 bilhões em abril de 2021, sendo esse valor 2.748% maior que no mesmo mês do ano passado (US$4,9 bilhões).


As Estatísticas do Setor Externo (documento na íntegra) mostram um aumento significativo e constante de março de 2020 até o momento. As exportações de bens totalizaram US$26,6 bilhões em abril de 2021, com aumento de 50,7% em relação ao ano de 2020. As importações contabilizaram US$17,5 bilhões, com aumento de 36,6% ante abril do ano anterior.


No gráfico de transações correntes, a conta de juros de 2021 é maior que em 2020, enquanto viagens, aluguel de equipamentos, transportes e lucros marcam valores menores que no ano passado. Porém, o saldo da balança comercial teve seu maior resultado da história em abril deste ano, com um salto de 88% em comparação com abril de 2020, fechando em US$9,15 bilhões.


Para o mês de maio, a estimativa é de superávit de US$3,6 bilhões, enquanto a de IDP (Investimento Direto no País) é de ingressos líquidos de US$2,3 bilhões. A porcentagem de rolagem de empréstimos diretos é de 111% e de títulos de longo prazo é de 121%, sendo que o cálculo corresponde à razão entre ingressos e amortizações, e não inclui créditos comerciais, recursos concedidos por organismos multilaterais e agências bilaterais.

0 comentário