• Welyson Lima

Coronavac é eficaz contra variante brasileira do coronavírus

O estudo feito com mais de 67 mil profissionais de saúde em Manaus, apresentou resultado positivo.

Foto: Elenktra.


A vacina contra Covid-19, conhecida como "coronavac", apresentou efetividade de 50% após 14 dias da primeira dose. O estudo foi realizado por pesquisadores de instituições nacionais e também internacionais, assim como servidores das secretarias de Manaus e São Paulos. O estudo apontou 50% de eficácia contra a P.1, variante braseira do coronavírus, que foi identificada pela primeira vez na cidade de Manaus no Amazonas. O estudo foi realizado pelo grupo Vebra Covid-19. Os pesquisadores envolvidos têm apoio da Organização Panamericana de Saúde (Opas).


De acordo com o médico Júlio Croda, que está à frente dos trabalhos de pesquisa, houve a constatação de que a vacina tem nível de eficácia contra a P.1, conforme foi apontado já nos ensaios clínicos. Segundo o médico, foi analisado o impacto do imunizante nos profissionais que tiveram diagnóstico confirmado de Covid, com base nos dados apresentados pela Secretaria Municipal da Saúde de Manaus. Com relação aos dados relativos à efetividade completa, com as duas doses, ainda estão em fase de coleta.


O grupo vai verificar a efetividade da Coronavac e da vacina da Astrezeneca em idosos nas cidades de Manaus, Campo Grande, São Paulo e estado de São Paulo.


0 comentário