• Welyson Lima

"Deu pouco aos pobres e muito aos ricos", diz Ciro Gomes sobre o governo do ex-presidente Lula.

Em novo filme, ex-governador do Ceará e ex-ministro, aponta também propostas ao futuro do Brasil.


O ex-governador do estado do Ceará, ex-ministro da fazenda (governo Itamar Franco/92-95) e ex-ministro da integração nacional do governo Lula (2002/2006), Ciro Gomes, postou em suas redes sociais, mais um filme publicitário de pré-campanha, onde afirma que "o governo Lula deu pouco para os pobres e muito, muito mesmo, para os ricos".


De acordo com Ciro Gomes, que é presidenciável pelo Partido Democrático Trabalhista (PDT), o Brasil "estava tão pouco acostumado a cuidar dos pobres, o pouco que Lula cuidou, pareceu muito", enfatiza. Ciro ainda diz que como " o Brasil estava há séculos acostumado a dar muito para os ricos, ninguém percebeu, nem estranhou, que um governo dito de esquerda fizesse isso também".


Mas Ciro Gomes, que ano passado lançou um livro chamado "Projeto Nacional: o Dever da Esperança", enfatiza que é preciso novos caminhos para o Brasil se desenvolver. Que é preciso "um novo modelo que crie oportunidades de verdade para os pobres e para a classe média. Precisamos de um novo Projeto Nacional de Desenvolvimento que estimule todos os setores e todas as pessoas, sem exceção, a construir um novo Brasil", finaliza.


Na semana, Ciro Gomes mobilizou lideranças políticas ao participar de uma live em companhia do ex-ministro da saúde do governo Bolsonaro, Luiz Mandeta (DEM), do prefeito de Belo Horizonte/MG, Alexandre Kalil (PSD), do ex-governador de São Paulo, Márcio França (PSDB) e de Antônio Neto, presidente da Central Sindical dos Trabalhadores. Na oportunidade, debateram sobre o futuro do Brasil, na perspectiva de um projeto estratégico para tirar o Brasil da crise econômica, de saúde e principalmente política em que se encontra.

0 comentário