• Carlos Eugênio dos Santos Lemos

Doria afirma que Bolsonaro é o culpado pelos insumos travados na China

Atualizado: Jul 24

O governador de São Paulo afirmou que os insumos para 18 milhões de doses da CoronaVac estão retidos na china por “problemas diplomáticos” .


João Doria (PSDB) afirmou que 10 mil litros de insumos necessários para a produção da vacina CoronaVac no Brasil estão paradas em porto na China por “problemas diplomáticos”. Esse volume de insumos é equivalente a 18 milhões de doses da vacina CoronaVac, principal imunizante utilizado no país hoje.


"Temos o temor [de atrasar a vacinação]. Faltam insumos. Por quê? Porque o governo da China não autorizou o embarque. Temos 10 mil litros prontos e aguardando a liberação do governo da China. São 18 milhões de doses. É muito necessário para o Brasil. É um problema diplomático, um problema que se dá pelas manifestações sucessivas erráticas e desnecessárias pelo governo federal, do presidente Jair Bolsonaro, seus filhos e seus ministros", disse Doria nesta segunda-feira (10/05/2021) em entrevista coletiva.


O problema veio após declarações do presidente da república Jair Bolsonaro (Sem Partido) na semana passada, onde insinuou que o país asiático seria responsável pelo vírus como arma biológica.

0 comentário