• Ghiri

Ex-Secretário de Comunicação do Planalto responsabiliza Pazuello por má gestão da pandemia

Atualizado: Mai 16

Personalidades políticas ligadas a Bolsonaro tentam descolar imagem do presidente das mortes geradas pela Covid-19.

Foto: Marcos Oliveira/Agência Senado.


O ex-secretário de Comunicação de Comunicação do Governo Federal, Fábio Wajngarten concedeu entrevista a Revista Veja, publicada nesta sexta-feira (23/04/2021) na qual responsabilizou o ex-Ministro da Saúde, Ricardo Pazuello pelo atraso na campanha de vacinação.


Wajngarten ainda destacou que o general do exército deixou o cargo de ministro após rumores de que poderia vir a ser preso em função das ações tomadas durante a gestão pública da Covid-19.


Em sua entrevista para a Revista Veja, Fábio tece fortes críticas ao ex-ministro, mas poupa o presidente Jair Bolsonaro, em tentativa de desassociar o nome do presidente das mortes e da má gestão pública da pandemia por parte de todo o executivo federal. Fábio afirma que Bolsonaro sempre se preocupou com todos os lados da crise, especialmente na parte que se refere aos mais pobres, e sempre disse que compraria as vacinas quando elas fossem aprovadas pelos órgãos sanitários. O problema do presidente, segundo ele, são assessores que lhe repassariam informações erradas e distorcidas.


Pazuello agora torna-se o principal alvo da CPI da Covid que deverá investigar as falhas na administração pública no enfrentamento ao coronavírus. O ex-ministro deverá ser investigado devido a recusa de compra de vacinas ainda no ano de 2020, o que gerou atraso na campanha de vacinação nacional brasileira.

0 comentário