• Ghiri

Justiça impede escritório que emprega Sérgio Moro de receber da Odebrecht

Atualizado: Jul 25

Bloqueio de pagamentos é válido até que a investigação seja concluída.

Ex-juiz Sérgio Moro é investigado. Foto: Lula Marques.


Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) determinou pela suspensão dos pagamentos da Odebrechet direcionados ao escritório de consultoria que emprega o ex-juiz Sérgio Moro, empresa Alvarez & Marsal.


O ex-juiz e ex-ministro da justiça Sérgio Moro está sob acusação de beneficiamento por ter contribuído para a situação de insolvência da empresa Odebrechet.


A suspensão é válida até a finalização das investigações que avalia a legalidade do contrato firmado entre a Alvarez & Marsal e Sérgio Moro. A empresa norte-americana teria 26 milhões de reais a receber de empresas alvo da operação Lava Jato como a Odebrechet.


A decisão foi proferida nessa quarta-feira (17/03/2021) pelo juiz João de Oliveira Rodrigues Filho, da 1ª Vara de Falências e Recuperações Judiciais.

Tags:

0 comentário