• Carlos Eugênio dos Santos Lemos

Lewandowski cobra de Bolsonaro informações sobre Copa América no Brasil em meio à pandemia

O ministro destacou a 'importância da matéria' e a urgência do caso' em despacho proferido nesta terça (01/05/2021)

Jorge William / Agência O Globo


O ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal, determinou que o presidente Jair Bolsonaro (Sem partido) preste informações sobre realização da Copa América no Brasil em meio à pandemia de covid-19. O ministro destacou a ‘importância da matéria’ e a urgência do caso’ em despacho proferido hoje (01/05/2021).


A decisão foi dada após o Partido dos Trabalhadores alegar que a autorização para a realização da Copa América no País é uma medida ‘irresponsável e inconstitucional’, pedindo que o governo federal seja impedido de assinar contratos e protocolos com a Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) ou com a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) para viabilizar a realização do campeonato.


Apesar do comunicado, o ministro da Casa Civil, Luiz Eduardo Ramos, não deu como certo que o País receba a competição e disse que a condição estabelecida pelo governo brasileiro para sediar o evento foi que os jogos aconteçam sem torcidas e que todos os integrantes das delegações estejam vacinados.


Pouco após o anúncio, o governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), declarou que não poderá receber partidas do torneio em razão do ‘atual cenário epidemiológico’. Ele foi acompanhado pelos governadores do Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra (PT), e da Bahia, Rui Costa (PT). As capitais que subsidiarão a competição ainda não foram definidas.


No Senado Federal, Randolfe Rodrigues (Rede-AP), vice-presidente da CPI da Covid, protocolou um requerimento para que o presidente da CBF, Rogério Caboclo, seja convocado a prestar depoimento na comissão.

0 comentário