• Ghiri

Lula está apto a disputar eleições após Supremo formar maioria por manutenção da decisão de Fachin

Após decisão monocrática de Edson Fachin determinar elegibilidade de Lula, maioria do Supremo vota favorável a manutenção da decisão.

Foto: Reprodução.


Nesta tarde de quinta-feira (15/04/2021) o Supremo Tribunal Federal votou pela anulação das condenações do ex-presidente petista, Luís Inácio Lula da Silva e a devolução se seus direitos políticos.


Os ministros Edson Fachin, Ricardo Lewandowski, Gilmar Mendes, Rosa Weber, Alexandre de Moraes, Dias Toffoli e Cármen Lúcia votaram nesse sentido. O único ministro a divergir dos demais foi o indicado por Jair Bolsonaro, Kássio Nunes Marques que votou de forma contrária a anulação.


Os demais magistrados concordaram que as ações contra Lula não tratavam apenas da Petrobras e que a competência da 13ª Vara Federal de Curitiba dizia respeito somente a processos com vinculação direta com a estatal petrolífera.


Na manhã da próxima sexta-feira (16/04/2021) Lula fará pronunciamento público no qual provavelmente dará destaque a sua retomada de direitos políticos.


0 comentário