• Carlos Eugênio dos Santos Lemos

Lula intensifica articulação com Renan Calheiros


O ex-presidente Lula (PT) está intensificando as articulações políticas com o Centrão e MDB, o petista vai em maio fazer a primeira viagem após a maioria do Supremo Tribunal Federal confirmar a decisão que confirmou a parcialidade do ex-juiz Sérgio Moro no processo em que condenou Lula no triplex do Guarujá (SP).


No próximo sábado, em ato organizado pelas centrais sindicais para celebrar o Primeiro de Maio, o ex-presidente deverá ir na terça-feira (04/04/2021) a Brasília para uma série de encontros presenciais com parlamentares. Segundo petistas, as conversas visam reestabelecer pontes com quadros do MDB, especialmente do Nordeste, onde a sigla é mais próxima ao petista, e com dirigentes de partidos do Centrão, como PSD e Solidariedade.


O relator da CPI da Covid, o Senador Renan Calheiros (MDB-AL) será recebido pelo ex-presidente. Segundo o Estadão, Lula telefonou para caciques emedebistas do Norte e Nordeste afirmando que representa o “Centro” no tabuleiro eleitoral. Os petistas querem atrair o chamado “velho MDB”, formado por nomes como José Sarney, Renan e Jader Barbalho, para tentar neutralizar a ala bolsonarista do partido, concentrada nas Regiões Sudeste, Sul e Centro-Oeste. Além de Eunício Oliveira no Ceará.


O ex-presidente intensificou também as conversas com o deputado Paulinho da Força (SD-SP) e com dirigentes da Força Sindical. No plano regional, o PT quer ainda reforçar sua estrutura em São Paulo, maior colégio eleitoral do País. Derrotado no segundo turno na eleição presidencial de 2018, o ex-prefeito Fernando Haddad trocou a agenda nacional de antes do julgamento do STF por outra focada no Estado, onde é o mais cotado para disputar o Palácio dos Bandeirantes.

0 comentário