• Welyson Lima

Médicos estampam "Covid tem cura" em outdoor em Feira de Santana, Bahia.

Associação de médicos defendem "tratamento precoce" à Covid-19. Peça publicitária aconselha "peça tratamento precoce".


Com a frase em letras garrafais "Covid tem cura" em um dos 30 outdoors espalhados por Feira de Santana, no estado da Bahia, em nome de uma associação de médicos defensores do tratamento precoce à Covid-19, o MPV (Médicos pela Vida), em peça publicitária aconselha: "Procure um médico e peça tratamento precoce".


A foto do outdoor passou a ser conhecida, após ser fotografada pelo advogado Theo Almeida, 55 anos, que ao retornar de uma trilha de bicicleta, levou um susto ao se deparar com a publicidade em dois pontos da Avenida Transnordestina."Fiquei surpreso e parei a bike imediatamente pra tirar a foto", afirmou o advogado à equipe da UOL. Almeida disse que ligou à empresa responsável pelos outdoors para perguntar sobre quem havia financiado a peça publicitária. E recebeu a informação de que um médico da cidade pagou as 15 placas.


O médico que bancou a peça publicitária e a colocação das 15 placas é o cirurgião Eduardo Leite, candidato a vereador de Feira de Santana em 2020, pelo partido patriota (ele desistiu da campanha). Ele é um dos coordenadores dos Médicos pela Vida (MPV).Para a equipe da UOL, o médico negou por telefone, que a publicidade tenha sido bancada por ele. Disse que um grupo de empresários em Feira de Santana financiou e que pretende "encher o Brasil de outdoor". A mensagem do outdoor, no entanto, ele admitiu que partiu dele. A promessa de curar a Covid foi estampada por ele em cartões, que foram distribuídos pela cidade.


"Um empresário me ligou perguntando se eu autorizava fazer outdoor com o cartão. Eu disse que não tinha problema nenhum", disse. E continua: "Então ele fez um grupo de WhatsApp chamado Unidos pelo Tratamento Precoce e me colocou lá com vários empresários. Uns 30% deles já foram tratados por mim".


De acordo com o médico, os empresários "fizeram uma cotação entre si, com duas empresas de outdoor. É um grupo de voluntários, coisa deles. Fizeram 30 outdoors em Feira de Santana". E acrescentou: "Não foi ideia dos Médicos Pela Vida. Como não podiam usar o nosso nome sem autorização, eu disse que tudo bem. Me perguntaram quanto era a autorização, e eu disse que era de graça".


O "tratamento precoce" foi incentivado pelo presidente Bolsonaro (sem partido). Nunca teve sua eficácia comprovada por nenhum órgão internacional respeitado. A OMS (Organização Mundial da Saúde) e o FDA, agência norte-americana que regula medicamentos, desestimulam o "tratamento precoce" e até mesmo o presidente Bolsonaro já tenta recuar sobre o tema.

0 comentário