• Welyson Lima

Mês de março marca recorde em desmatamento, aponta INPE

Março apresentou maior crescimento em desmatamento. 367,61 km² de área na região da Amazônia Legal foram devastados.

Foto: Daniel Beltrá/Greenpeace.


Os dados foram apresentados pela plataforma Terra Brasilis, que aponta que o mês de março, com 367,61 km², apresentou tragicamente o maior desmatamento para o mês na história do monitoramento realizado pela plataforma. A ferramenta Terra Brasilis foi desenvolvida pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) que reúne alertas e também monitora o desmatamento na região da chamada "Amazônia Legal" desde o ano de 2015.


Outro momento em que o mês de março mostrou maior desmatamento foi no ano de 2018, com 357 km². Porém, este ano de 2021 aparece em quarto lugar, com 576 km² de desmatamento. Em primeiro lugar, está 2020, com 797 km²; seguido por 2018 com 685 km² e 2016 com 644 km², conforme apontam os dados da plataforma.


No mês janeiro de 2021, houve uma diminuição significativa no desmatamento na região da Amazônia Legal. Com 86 km², o mês neste ano registrou 69,7% menos do que o registrado no mesmo período no ano passado, com 284 km². Já no mês de fevereiro, o desmatamento na região voltou a crescer substancialmente, chegando a 123 km². A área devastada teve um aumento de 43% em apenas um mês.


Quando comparamos março com fevereiro deste mesmo ano, o mês anterior, o crescimento é bem maior ainda, ou seja, mais de 198%. No mesmo mês, no ano de 2020, que teve 327 km² de desmatamento, o crescimento registrado foi de 12%. A plataforma Terra Brasilis, desenvolvida pelo INPE, reúne avisos desde o mês de agosto de 2015 sobre desmatamento na região Amazônia Legal.

0 comentário