• Ghiri

Maia: Os bancos deveriam ter vergonha

Em suas redes sociais, Rodrigo Maia criticou doação de 500 mil cestas básicas por parte dos três principais bancos privados do país e pediu por redução na taxa de juros e fim do cheque especial.


Em suas redes sociais oficiais, o ex-presidente da Câmara Federal, Rodrigo Maia (DEM/RJ), apresentou críticas a uma ação realizada pelos três principais bancos privados do país, Itaú, Bradesco e Santander. Nesta ação os bancos se comprometeram com a doação de 500 mil cestas básicas a serem distribuídas pelas seguintes instituições: Ação da Cidadania, Fundação Itaú para a Educação e Cultura e Instituto Unibanco.


Rodrigo Maia criticou a ação por considerar uma doação muito baixa dado o nível de lucratividade atual dos bancos privados no Brasil. Apesar de impactados pela pandemia de coronavírus, os bancos privados do Brasil tiveram um lucro de 51,8 bilhões no ano de 2020, sendo o menor lucro desde 2016.


Maia deu a seguinte declaração:

"Os bancos deveriam ter vergonha do anúncio abaixo. 500 mil cestas básicas???? Todos nós esperamos uma doação muito maior. Aliás, a sociedade espera dos bancos a redução na taxa de juros do cartão de crédito e o fim do cheque especial."

Confira o comunicado oficial divulgado pelos três principais bancos privados do país:







0 comentário