• Welyson Lima

Ministério público investiga empréstimo bancário a Flávio Bolsonaro

Atualizado: Jul 24

A investigação tem relação com mansão adquirida pelo filho do presidente Bolsonaro no valor de R$ 6 milhões

Senador Flávio Bolsonaro.


Corre no Ministério Público do Distrito Federal e dos Territórios (MPDFT), um processo de investigação a respeito de um empréstimo de um banco público ao senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) para a compra de um imóvel em Brasília.


A mansão que fica localizada no Setor de Mansões Dom Bosco, no Lago Sul, bairro nobre de Brasília, foi adquirida pelo filho do presidente Jair Bolsonaro, o senador Flávio Bolsonaro. No total, o valor de aquisição do imóvel foi de R$ 6 milhões.


Pela instituição BRB, ligada ao governo do Distrito Federal, o financiamento foi de 3,1 milhões. A Promotoria de Justiça de Defesa do Patrimônio Público e Social (Prodep), fará a investigação do caso para saber se o empréstimo feito ocorreu fora das condicionalidades normais do banco para qualquer pessoa.


Conforme divulgado na grande mídia, o senador Flávio Bolsonaro conseguiu redução junto ao banco de 3,65%. A proeza do senador se deu fazendo a portabilidade de salário para o BRB e contratando produtos como cheque especial e cartão de crédito. A taxa efetiva é de 3,71% com acréscimo de encargos no caso.


A Folha divulgou que conforme contrato de compra e venda, a prestação assumida pelo parlamentar e por sua mulher, a dentista, Fernanda Bolsonaro foi de R$ 18.744,16 mensal. Juntos, o casal tem renda líquida de R$ 36.957,68. No entanto, Flávio Bolsonaro declarou ganhar R$ 28.307,68 e sua mulher, R$ 8.650. Assim sendo, os valores somados são menores que o mínimo exigido pelo BRB para contratação de financiamento nessas condições.

No momento, a promotoria ainda reúne informações a respeito do caso.

Tags:

0 comentário