• Ghiri

Mourão comenta aparição de Pazuello em manifestação pró-Bolsonaro: cometeu um erro

Vice-presidente disse que ex-ministro pode ser enquadrado no regulamento do exército que veda participação de militares da ativa em atos políticos e que Pazuello deve ser punido.


O general e atual vice-presidente da república, Hamilton Mourão concedeu entrevista nesta segunda-feira comentando a participação do ex-ministro da Saúde, Eduardo Pazuello de manifestações políticas favoráveis a Jair Bolsonaro no último domingo na cidade do Rio de Janeiro.


Segundo Mourão, Eduardo Pazuello sabe que cometeu um erro ao participar do ato político. Pazuello é um general da ativa e segundo regulamento interno do Exército e das Forças Armadas é vedada a participação de militar em manifestação de cunho político.


"Eu já sei que o Pazuello já entrou em contato com o comandante informando ali, colocando a cabeça dele no cutelo, entendendo que ele cometeu um erro", afirmou Mourão a jornalistas na chegada ao Palácio do Planalto.


"É provável que seja [punido]. É uma questão interna do Exército. Ele [Pazuello] também pode pedir transferência para reserva e aí atenuar o problema", disse Mourão.

0 comentário