• Ghiri

Mourão diz que Golpe Militar freou Movimento Comunista no Brasil

Vice-Presidente comemora o aniversário de 57 anos do Golpe Militar de 64 em suas redes sociais.


O vice-presidente da república, eleito democraticamente e general do exército, Hamilton Mourão publicou em suas redes sociais na manhã desta quarta-feira (31/03/2021) postagem em comemoração ao Golpe Militar aplicado na década de 60.


Mourão justificou o movimento militar teve suas razões de acontecer em função de um possível risco da ameaça comunista se instaurar no Brasil. Em sua postagem Mourão declara:

"Neste dia, há 57 anos, a população brasileira, com apoio das Forças Armadas, impediu que o Movimento Comunista Internacional fincasse suas tenazes no Brasil. Força e Honra!"

Hoje é de conhecimento público por parte dos historiadores que estudam o período que houve grande influência norte-americana nas ações realizadas pelo exército brasileiro na época.


Apesar da maior parte dos pesquisadores do assunto afirmar que não existia o risco real da implementação de uma ditadura comunista no Brasil, uma ala dentro das forças armadas com forte viés, reforça o risco eminente devido a posse de João Goulart, político ligado ao campo popular, filiado PTB (Partido Trabalhista Brasileiro) do Rio Grande do Sul.


0 comentário