• Tainara Cavalcante

“Não vão nos tirar daqui”, diz Bolsonaro sem citar senadores da CPI da COVID

Em um evento no Mato Grosso do Sul, o presidente aproveitou o seu momento de fala para criticar os integrantes da comissão.


Mais uma vez, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) voltou a criticar a Comissão Parlamentar de Inquérito, que investiga a atuação do governo diante da pandemia de COVID-19. Em um evento, ele chamou os senadores da comissão de “bandidos” e ainda acrescentou que ninguém o tiraria do cargo.


Conhecida como CPI da COVID, a comissão tem revelado várias irregularidades da administração governamental. Nos últimos dias, denúncias de corrupção também ganharam destaque nas sessões.


Irritado, Bolsonaro voltou a reclamar sobre a CPI em um evento no Mato Grande do Sul, onde participou da inauguração da Estação Radar de Ponta Porã. Sem mencionar as recentes denúncias na compra das vacinas da índia, Bolsonaro começou a sua fala dizendo que a liberdade “é o maior bem de uma nação”.


"Satisfação de ter ao nosso lado pessoas comprometidas com o futuro da pátria. Não conseguem nos atingir. Não vai ser com mentiras ou com CPI integrada por sete bandidos que vão nos tirar daqui. Temos uma missão pela frente: conduzir os destinos da nossa nação e zelar pelo bem-estar e progresso do nosso povo. Hoje estamos inaugurando mais uma ação do governo, e isso nos proporcionará paz, tranquilidade, combate também, além de ilícitos, um dos maiores no meu entender, tráfico de drogas e armas, isso trará paz para o centro do Brasil. É uma missão da nossa força aérea, que nos orgulha", discursou.

0 comentário