• Carlos Eugênio dos Santos Lemos

O Brasil está quebrado

Atualizado: Jul 24

Estamos vendo o resultado da ascensão ao poder de um líder medíocre e irresponsável que chegou ao cargo mais importante da nação. A frase do dia foi: “O Brasil está quebrado, eu não consigo fazer nada”. Ora, se a pessoa que detém os meios para efetivamente “fazer algo”, diz que não consegue, significa que estamos definitivamente a deriva? Nesse cenário de “ao deus-dará” o número de mortes por Covid-19 volta a aumentar e atingir a casa dos mil mortos diários.


Pois bem, poderia se pensar no plano de vacinação por exemplo. O que foi apresentado não passa de um esboço mal feito. A vacinação é o único meio para sairmos dessa situação. Para a economia voltar a funcionar como deveria, a vacinação deve ser prioridade, recursos e equipes estratégicas devem ser alocadas para essa finalidade. Essa é única forma ajudar a economia, assim como a saúde da população. O Brasil já foi referência nos programas de imunização da sua população, o caminho já é conhecido por nosso país, apenas o Presidente não o conhece, ou conhecendo-o, aposta na ignorância e em uma política negacionista.


A admissão de culpa, leva a todos os âmbitos do governo então?! Sabemos que sim e demonstro aqui. Nestes recém completos dois anos à frente do país, a política econômica é desastrosa. Aprovou-se uma reforma da previdência dura com os mais pobres e conservou-se os privilégios de algumas classes, ao contrário do que o ministro Guedes falava, a economia não estava decolando.


A política de educação não existe, a proposta era investir mais na primeira infância e na educação básica, contudo, a realidade observada foi a de um governo tentando sabotar o FUNDEB.

E na Saúde? Temos um militar especialista em logística a frente da pasta. Não temos nem as seringas para começar a vacinação, e pelo visto nem o mínimo de doses necessárias. Enquanto que em outros países o número de imunizados já passa da casa do milhão, por aqui estamos sem qualquer perspectivas para o início de um programa universal e gratuito de vacinação.


O Presidente da República trabalha com o caos. Desde sua chegada ao Palácio do Planalto, despende tempo em suas batalhas quixotescas contra inimigos imaginários, enquanto que projetos para o país ficam guardados no fundo de uma gaveta esquecida em Brasília. É desrespeitoso e imoral com as famílias de mais de 190 mil mortos o Presidente da República, o homem que deveria liderar a nação, dizer que não consegue fazer nada.


Se é este o real cenário, se o mesmo não encontra saídas ou soluções para os inúmeros problemas (dos quais, muitos ele mesmo criou) e admite a própria inabilidade e incompetência... que peça a renúncia!

Os textos da coluna de Opinião não representam a visão e posição do WeColetivo, que se dá somente por seus editoriais. A responsabilidade pelos textos desta coluna é inteira de seus autores.

0 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo