• Ghiri

Pátria Voluntária de Michelle Bolsonaro gasta em publicidade valor superior que arrecada em doações

Programa criado para organizar doações pela Primeira Dama não recebeu doações desde Julho de 2020.


O Governo Bolsonaro até o atual momento já investiu no programa Pátria Voluntária um montante equivalente a R$ 9,3 milhões com o objetivo de divulgar o projeto voltado a pauta social. O projeto vem sendo coordenado pela esposa do atual presidente, Michelle Bolsonaro com o objetivo de angariar doações.


Deste valor de R$ 9,3 milhões, R$ 9,039 milhões foram destinados a publicidade do projeto e R$ 359 mil para a manutenção do site do programa no ar.


O total recebido em doações pelo projeto até o momento foi de R$ 5,89 milhões, gerando um saldo negativo de quase R$ 3,5 milhões. O valor recebido foi majoritariamente proveniente de empresas privadas e pessoas físicas e a destinação das doações foi dada a compra de cestas básicas.


O programa que tinha como objetivo atender famílias em situação de dificuldade alimentar parou justamente no pior momento da pandemia, no meio do ano de 2020, onde existiu um agravamento no número de famílias em situação de vulnerabilidade social.


Segundo reportagem do Estadão a queda na arrecadação do programa Pátria Voluntária coincide com a realização de operações controversas. Em março de 2020 o frigorífico Marfrig realizou doação no valor de R$ 7,5 milhões para a comprar de testes rápidos contra a Covid-19 com destino ao Ministério da Saúde. Em julho de 2020 foi solicitado que este valor fosse repassado ao programa coordenado por Michelle Bolsonaro. Posteriormente este valor foi encaminhado a entidades evangélicas ligadas a Ministra Damares Alves.

0 comentário