• Ghiri

Pedido do PDT pela cassação da chapa Bolsonaro/Mourão por disparo de mensagens é rejeitado

TSE rejeita pedido do PDT por investigação da chapa Bolsonaro/Mourão devido a abuso de poder econômico e uso indevido dos meios de comunicação.



Nesta terça-feira a tarde o partido democrático trabalhista (PDT) divulgou que estaria entrando com pedido de investigação por abuso de poder econômico e uso indevido dos meios de comunicação, junto ao Tribunal Superior Eleitoral pela cassação da chapa Bolsonaro presidente e Mourão vice nas eleições presidenciais de 2018.

Publicação PDT Nacional por meio do Twitter.


O pedido de investigação se referia ao uso indevido de aplicativos de mensagens como o Whatsapp, por meio do qual teriam sido realizados disparos em massa próximos a eleição de forma paga sem declaração nas contas de campanha.

Apesar do pedido, os ministros Luís Felipe Salomão, Mauro Campbell, Alexandre de Moraes, Luís Roberto Barroso, Tarcísio Vieira de Carvalho e Sergio Banhos entenderam que existe falta de provas para ligar os candidatos da chapa ao esquema e dessa forma a solicitação do partido foi rejeitada.


Já o ministro do STF, Edson Fachin entendeu que o pedido não deveria ser julgado neste momento, pois poderia ser apreciado em conjunto com outros dois pedidos semelhantes realizados pelo Partido dos Trabalhadores (PT).

0 comentário