• Elisa Costa

PIB: Itaú eleva projeção da economia para 4,1% em 2021

O banco revisou também a projeção de taxa de desemprego de 14,3% para 12,7% ao final do ano que vem.

Foto: Reprodução.


O Itaú Unibanco aumentou a expectativa de crescimento da economia brasileira em 2021 de 3,5% para 4,1%, consequência de fatores como a segunda onda do Covid-19, a vacinação e questões fiscais. O Itaú prevê a retomada do consumo no setor de serviços e a alta do dólar no fim do ano que vem para R$5,00.

“Como a ocupação hospitalar segue controlada, entendemos que ainda é possível continuar a reabertura gradual da economia com relativa segurança”, declarou a empresa em nota divulgada pela equipe de pesquisa do banco, coordenada por Mario Mesquita.

Ainda de acordo com as pesquisas do Itaú, a economia avançará 2,5% em outubro, novembro e dezembro deste ano, e a perspectiva de desempenho do PIB no terceiro trimestre é de 9,0% ante o segundo trimestre. Essas estimativas foram feitas depois do Banco Central divulgar o aumento do IBC-Br acima do esperado para o mês de setembro. Os dados do Itaú também indicam alta de 3,5% na inflação baseada no IPCA em 2020, e de 2,8% no ano de 2021, considerando um menor repasse cambial. A Selic permanece em 2,0% até a segunda metade de 2021, com projeção de alta para 3,0%.


Outras empresas


Após as elevações do Itaú, a XP Investimentos e Credit Suisse também aumentaram as expectativas para a mesma porcentagem. Caio Megale, economista-chefe da XP contou que a manutenção de alta das commodities e os programas de sustentação da economia devem estimular uma retomada no segundo semestre.

0 comentário