• Welyson Lima

Rodrigo Pacheco critica "falta de coordenação nacional" no combate à pandemia

Presidente do senado disse que há "falta de coordenação nacional”

Presidente do Senado, Rodrigo Pacheco. Foto: Igo Estrela.


O senador Rodrigo Pacheco (DEM/MG), atual presidente do senado, em live com o consórcio conectar, coordenado pela Frente Nacional dos Prefeitos, fez críticas ao governo Bolsonaro na condução de combate à pandemia por Covid-19.


A Frente Nacional dos Prefeitos é composta por um grupo de 1,8 mil municípios participantes. E o objetivo do grupo é requerer compra coletiva de vacinas, medicamentos e insumos.


Para o presidente do Senado, o governo Bolsonaro através do Ministério da Saúde falha na condução ao combate da pandemia, havendo uma ausência de coordenação entre Estados, municípios e o próprio governo federal. "Não há nada pior em um momento desse do que a desarticulação. A falta de coordenação", disse.


Rodrigo Pacheco ainda acrescentou, dizendo que "o Brasil realizou, infelizmente, a partir dessa falta de coordenação, algo que nós não devíamos ter feito. Era preciso ter coordenado desde o início todos os entes federados para enfrentar da melhor forma possível essa pandemia", enfatizou.


O senador disse ainda ter pedido ao Presidente Bolsonaro para que pudesse ser o "coordenador geral de um grupo" para organizar ações de combate à Covid-19, que fez gerar o comitê criado com os chefes de Poder. Fez critica também à demora do Brasil na aquisição das vacinas. "Nós temos que reconhecer que o Brasil atrasou esse processo, esse cronograma. Estamos correndo atrás do tempo. A instituição desse comitê veio com um ano de atraso. É o que podia ser feito", frisou.

0 comentário