• Welyson Lima

SÃO PAULO: Escolas poderão abrir na segunda com capacidade de 35% dos alunos

Mesmo com recomendação de continuar em fase emergencial, estado retorna à fase vermelha

Governador de São Paulo, João Dória. Foto: Governo do Estado de São Paulo.


O Governador João Dória (PSDB), contrariando a recomendação do centro de contingência, decidiu por voltar à fase vermelha em São Paulo já na próxima segunda-feira (12/04/2021). O governador tucano determinou o retorno às atividades das escolas paulistas, com a condição de que seja obedecida, nos recintos das escolas, a capacidade de 35% dos alunos. No entanto, o centro de contingência, que é composto por especialistas da saúde, recomendou na última quinta-feira (08/04/21) que o governador mantenha o estado de São Paulo na fase emergencial, haja vista o agravamento da pandemia por Covid-19 no estado.


A principal mudança é a liberação das escolas públicas e privadas, limitadas a 35% de ocupação. Porém, a recomendação dada pelo secretário de educação, Rossieli Soares, é que a reabertura esteja condicionada apenas à educação infantil e para os alunos que mais estejam precisando, que são os alunos com dificuldade de aprendizagem e de acesso à tecnologia, aqueles com necessidade de alimentação, com saúde mental sob risco e aqueles cujos pais trabalhem.


O Governo de São Paulo pretende ainda manter o toque de recolher entre as 20h e 5h. Ainda foi adiantada a vacinação dos professores para este sábado (10/04) e a de idosos com 67 anos para o próximo dia 12, segunda-feira. Os bares e restaurantes poderão retornar à atividade de Take Away, ou seja, quando clientes retiram produtos no local. Os cultos religiosos serão proibidos, assim como o teletrabalho é recomendado para os escritórios.


Por outro lado, o Governador Dória determinou a abertura de lojas de material de construção. No entanto, o restante do comércio, como shoppings, poderá funcionar apenas em drive-thru, isto é, entrega por automóveis ou por delivery (compra online e entrega). Os clientes não podem circular no interior das lojas. Também estão permitidos os campeonatos esportivos profissionais a partir das 20 horas, mas com realização de testes e protocolos sanitários, porém sem público.


A fase emergencial em São Paulo começou em 15 de março, poucos dias após decretada a fase vermelha, devido aumento nos números de casos, óbitos e lotação das Unidades de Terapias Intensivas (UTIs). Somente nesta sexta-feira, São Paulo registrou 1.008 mortes, somando no total 81.750 mortes por Covid-19. Testes positivos no mesmo período já contabilizam 20.701 novos testes, o que totaliza 2.618.067 pessoas infectadas durante a pandemia.

0 comentário